Se você não estiver no Challenger, leia isto

Olá, Invocador, eu sou o Heye, sou Coach de League of Legends e hoje nós vamos falar sobre Aceitar o Seu Elo e por que isso te impede de melhorar como jogador.

Acredite, muitos players não sobem nas ranqueadas simplesmente porque não reconhecem o seu Elo atual. Pode parecer que isso não significa nada, mas faz toda a diferença.

É comum encontrar jogadores que passam horas e horas em frente a tela do computador tentando subir nas filas ranqueadas, mas muitas vezes não tem bons resultados. E, claro, existem muitos motivos para um jogador esforçado, que se dedica, não melhorar. O que vamos falar hoje é apenas mais um desses motivos.

No entanto, tenha certeza de que aceitar seu elo não é menos importante do que as outras coisas. Afinal, reconhecer suas incapacidades é a única forma de melhorar realmente como jogador e pessoa.

Vamos lá?

Por que devo aceitar meu Elo?

Quando não aceitamos nosso elo, temos tendência a não olhar para nós mesmos. É o caso do cara que joga bem, mas, como não está prestando atenção no próprio jogo, acaba perdendo. É o caso dos jogadores que jogam muito focados em vencer e não em melhorar.

Mas, não é só isso. Muitos jogadores acreditam que não sobrem por causa do time, por causa dos trolls, por causa do rage, entre outros motivos. E, sim, isso atrapalha, mas nunca vai ser motivo para você não subir de Elo. Pensar assim só faz os jogadores acharem que são superiores uns aos outros.

E, jogar achando que está acima dos outros jogadores, te torna arrogante e orgulhoso, além de ser grande motivo de frustração. Então, para diminuir este sentimento horrível, você terceiriza a culpa.

Por exemplo, quando um jogador se acha muito bom e perde, por que ele perdeu? Se ele é muito bom, fica muito mais fácil dizer que a culpa é de outra pessoa. E, por conta disso, ele não enxerga os próprios erros.

Quando um jogador reconhece os seus erros, ele evolui. É buscando melhorar a gameplay, assistindo os próprios replays, que se melhora. Mas, se você não acha que errou, por que faria isso?

Pode acreditar que é este tipo de cara que normalmente dá Rage. É este o jogador que vai colocar a culpa no Jungle, no suporte ou em qualquer outro. São aqueles que tem dificuldade de reconhecer as próprias falhas.

E, sem reconhecer as suas falhas, você jamais vai conseguir consertá-las. Então, se não consertar, não melhora e também não sobe de Elo.

A arrogância é o que mata um jogador com potencial

Trabalhando como coach, volta e meia precisamos fazer uma nova seleção de jogadores. E, nesses processos, uma coisa que analisamos é a personalidade dos candidatos. Sendo que, pode acreditar, esta é uma das coisas que mais reprova.

Existem jogadores muito bons, mas que a arrogância fala mais alto do que a gameplay. E, para um coach, treinar um jogador arrogante é um trabalho que precisa valer à pena. Então, se o dito cujo não for muito bom, é melhor partir para a próxima.

E fazemos isso para evitar jogadores que não são capazes de aceitar críticas, com dificuldade de ver os próprios erros. Afinal, quanto menos foco você tiver na sua própria gameplay, menos você vai evoluir como jogador (e não vai ouvir o coach).

Ou seja, o segredo para subir de elo é ter a humildade de reconhecer os próprios erros.

No cenário profissional

Pode parecer que isso se limita muito ao nosso mundo de player, à soloQ, mas a verdade é que no mundo profissional a ideia de humildade permeia toda grande equipe. Aqui no Brasil, aos mais aficionados, pode-se ressaltar a paiN, que tem uma relação muito aberta com os fãs e demonstra o tempo todo a forma como seus jogadores lidam com os problemas.

Uma equipe onde o time está focado em aprender e trabalhar juntos, aceitar críticas uns dos outros e trabalham a autocrítica, tem muito mais chance de dar certo do que outra em que isso não ocorre. Pode acreditar, as grande equipes do mundo são assim.

O próprio Faker, que é conhecido como melhor jogador do mundo, tem um senso de autocrítica muito forte. Ele, mais de uma vez, saiu da final de um campeonato direto para jogar soloQ a fim melhorar seu desempenho. E, claro, não só ele, muitos outros jogadores são assim.

Crown, Swordart, são jogadores muito conhecidos por isso, e essa é uma filosofia muito forte no oriente. Quando se trata de resultados, utilizam muito da autocrítica. Eles sabem que precisam melhorar o tempo todo.

Ter a humildade de reconhecer os próprios erros é o que faz a diferença entre um bom e um ótimo jogador. Sem isso, se torna praticamente impossível evoluir, e sem evoluir, é impossível se manter em alto nível. Ou seja, a única maneira de permanecer no cenário profissional é reconhecer que você nunca está bom o suficiente.

Bem, talvez seja este o motivo dessa carreira ser tão exaustiva, mas este é assunto para outro dia, vamos continuar.

Voltando para a SoloQ

Quando você desenvolve a capacidade de ouvir críticas sem se exaltar, isso te dá mais noção dos seus erros. Pode ser que você realmente mereça estar em um elo mais alto e que os seus companheiros estejam errados, mas será que eles estão 100% errados? Como você pode fazer para resolver o problema que eles estão tendo ao jogar com você?

Fazer essas perguntas é importante, isso é o que pode fazer a diferença entre um jogador que evolui e outro que não evolui. É você perceber que, se não está subindo, é porque não está jogando bem o suficiente para fazer a diferença. E depois se perguntar, por quê?

Nunca se conforme com o seu elo, não importa se você é o top 1 do servidor. Não existe jogador perfeito, todos erram, mas os melhores são os que nunca param de buscar a perfeição. Siga esta ideia e continue sempre aprimorando a sua gameplay. Assim, você vai chegar cada vez mais longe.

Conclusão

Uma verdade curiosa sobre League of Legends é que boas maneiras fazem toda a diferença. Mas, não se engane, isso não quer dizer abaixar a cabeça para ninguém. Ser um jogador humilde significa reconhecer os seus defeitos, mas também os seus méritos.

Fique feliz ao acertar e motivado ao errar. Lembre-se, é nas derrotas que mais se aprende.

Bom, Invocador, eu vou ficando por aqui. Eu espero que este texto tenha dado uma luz às ideias que um jogador precisa ter para se tornar profissional, ou apenas um bom player. E, acredite, isso faz toda a diferença entre jogar e se sentir bem ou jogar e se sentir mal. Afinal, estamos aqui procurando bem estar.

Se curtiu o texto e acha que seria bom que algum amigo lesse, mande para ele. E, se você já passou pela experiência de ver um jogador que se acha muito na SoloQ, me conta a sua história, deixa aí nos comentários.

No mais, dá uma chegada no nosso discord e lá no grupo e redes sociais, assim você vai poder ficar por dentro das novidades que vem por aí.

(eu ouvi aulas grátis?)

Discord: Convite Escola de Invocadores

Página: @HeyeOficial

Grupo: Grupo Escola de Invocadores

Um abraço e até a próxima!

Heye

Guilheme “Heye” Thompson é coach há mais de 2 anos e já trabalhou em equipes de todos os níveis. Depois de dar uma pausa na carreira, criou o Escola de Invocadores, onde administra e cria conteúdo para jogadores que queiram melhorar no Summuner’s Rift.